fundo parallax

Quais alimentos consumir e quais evitar para melhorar sua concentração

alimentação natural
Os Alimentos Naturais na Prevenção de Derrames
10 de outubro de 2016
Qual a importancia das fibras na prevenção do cancer
Qual a importância das fibras na prevenção do câncer?
12 de outubro de 2016
 

Quando quiser ficar mentalmente alerta, não coma muitos doces, bolos, biscoitos, sorvete, refrescos, cereais (sucrilhos) açucarados puros, arroz ou massas . Isso porque os carboidratos, especialmente o açúcar, encontrados nos doces, bolos e na grande maioria dos alimentos ultraprocessados atuam como calmantes dentro do cérebro  da maioria das pessoas.

Em contrapartida, os alimentos que contêm proteínas são relativamente estimulantes e ajudam nessa tarefa de melhorar a atividade cerebral.

Coma alimentos ricos em proteínas, isolados ou acompanhados de alimentos doces e amidos. Boas opções são frutos do mar com baixo teor de gordura, peito de peru, leite desnatado, iogurte com baixo teor de gordura e carne de boi magra.

A gordura também é calmante, tornando o funcionamento do cérebro mais lento, pois demora muito tempo para ser digerida. Aparentemente, outros alimentos, como vegetais folhosos verdes, são extremamente neutros, e não estimulam nem desaceleram a atividade cerebral.

Isso não quer dizer que os alimentos ricos em proteínas energizam o cérebro ou façam você ficar mais esperto do que você realmente é, diz Borinie Spring, professora de psicologia da Universidade de Ciências da Saúde da Faculdade de Medicina de Chicago e pesquisadora da relação alimentação-humor.

Ela explica que as proteínas simplesmente impedem que os carboidratos façam você se sentir confuso. É por isso que, segundo ela, basta acrescentar um pouco de proteína a uma refeição para bloquear os efeitos calmantes dos carboidratos sobre a atividade cerebral. Não é preciso consumir uma grande quantidade de proteínas para anular os efeitos dos carboidratos.

Os estudos mostram que um acréscimo de 5 a 10% de proteína em uma refeição ajuda a bloquear a formação de serotonina no cérebro, o neurotransmissor indutor do sono que, segundo muitos, é responsável pela capacidade dos carboidratos de tomar o cérebro preguiçoso e lento.

Isso significa que, segundo os especialistas, basta um pouco de carne ou queijo com a massa, leite com biscoitos ou atum no pão.

Também significa que, quando você quer ficar mais alerta, deve evitar especialmente os carboidratos puros, presentes em alimentos ultraprocessados como balas, caramelos, chicletes, barras de chocolate puro, coberturas, marslimallows, mel ou açúcar no chá ou café. Todos esses alimentos não contêm ou contêm apenas uma pequena quantidade de proteína.

CAFÉ: UM ENERGIZADOR EXTRAORDINÁRIO
Cafe da tarde saudavel

Desde o século XVI, quando o café foi introduzido primeiro nas farmácias e, em seguida, nas casas de café da Europa, os usuários se maravilharam com sua capacidade de estimular o cérebro. Inicialmente, foi considerado tão poderoso e prejudicial para a sensibilidade mental que apenas os médicos podiam utilizá-lo e alguns queriam bani-lo do uso comum.

Atualmente, milhões de pessoas usam café para se animarem e se sentirem melhor e seus efeitos semelhantes aos de uma droga sobre o cérebro são incontestáveis. Por isso a importância de fazer o consumo de forma consciente.

Além disso, o café possui muitos outros benefícios sejam eles até mesmo ligados ao sistema respiratório. Segundo informações apresentadas pela ABICa probabilidade dos consumidores moderados de café desenvolverem os sintomas usuais de asma é, em média, 30% menor do que os não consumidores.

Os comentários estão encerrados.